Logo Up4 Invest Logo XP Investimentos
menu

Atendimento
por telefone

19 3835-0814

16
Jan

Tesouro Selic: O que é e por que ele é melhor que a poupança?

Tesouro Selic: O que é e por que ele é melhor que a poupança?

Começar a investir pode parecer uma tarefa difícil, mas algumas aplicações disponíveis no mercado são tão descomplicadas que têm atraído cada vez mais brasileiros nos últimos anos. Esse é o caso do Tesouro Selic, um título de dívida emitido pelo governo.

Nesse tipo de aplicação do Tesouro Direto, o investidor empresta dinheiro para o poder público pagar contas e financiar atividades do Estado e depois recebe o dinheiro de volta com a devida remuneração.

Mas o que faz esse investimento ser atrativo aos novos investidores? Os principais motivos são a facilidade de aplicação e a flexibilidade de resgate.

O Tesouro Selic tem relação direta com a taxa básica de juros e é indicado para criação e manutenção da reserva de emergência.

Continue a leitura para entender por que o Tesouro Selic é melhor que a poupança e mais:

 

O que é Tesouro Selic?

O Tesouro Selic é um título emitido pelo Tesouro Nacional com rendimento atrelado à taxa Selic, que está em 5% ao ano (após definição em outubro de 2019).

Assim como os CDBs (Certificados de Depósitos Interbancários) são para os bancos, o Tesouro Selic é um empréstimo de dinheiro da pessoa física ao governo, que depois de um período acordado devolve o dinheiro com a correção dos juros.

O risco do Tesouro Selic é um dos menores do mercado, já que você somente perderá dinheiro caso o governo quebre (algo que jamais aconteceu e tem chances mínimas de acontecer).

Outro fator positivo do título é que ele possui liquidez diária, ou seja, o investidor pode sacar o investimento a qualquer momento. Por esse motivo, ele é a melhor alternativa para quem está fugindo da falta de rentabilidade da poupança.

É o melhor investimento para quem quer formar uma reserva de emergência e ter maior segurança ao investir.

 

Como funciona o título?

O Tesouro Selic é um título pós-fixado que acompanha as oscilações da taxa básica de juros do país.

Seu funcionamento é simples: ao comprar esse tipo de título, que custa em torno de R$ 100 cada um, você empresta dinheiro para recebê-lo de volta com o pagamento de juros.

Ele é garantido pelo Governo Federal e tem um rendimento de 100% do CDI.
Dentre suas principais vantagens, estão a simplicidade, praticidade, lucratividade e segurança. Basicamente, é uma ótima alternativa para quem está começando a investir agora e ainda não se sente muito seguro.

Por conta da sua facilidade de resgate, o Tesouro Selic é o melhor investimento para a formação da reserva que vai te proteger em caso de emergências, como a perda de emprego ou qualquer outro tipo de imprevisto.

 

Saiba como investir 

Investir no Tesouro Selic, é muito simples e rápido. O primeiro passo é ter conta em uma corretora de valores. Depois, será preciso transferir o dinheiro da sua conta bancária para a conta na XP por meio de um TED de mesma titularidade.

Cada título do Tesouro Selic custa em torno de R$ 100 (para checar o valor exato, verifique a cotação na própria plataforma da XP).

Selecione o valor que deseja aplicar e se deseja fazer uma aplicação recorrente.
Depois, insira sua assinatura eletrônica e confirme a compra do título.

 

Vantagens de investir no Tesouro Selic

O Tesouro Selic pode ser bastante vantajoso aos novos investidores pela flexibilidade oferecida. Se a ideia é fazer uma aplicação para resgatar a qualquer momento, esses títulos são ideais, já que os rendimentos não são afetados por mudanças no mercado. Veja algumas vantagens:

1)     Segurança: Os títulos são garantidos pelo Governo Federal, por isso o risco do investimento é mínimo

2)    Liquidez: Liquidez diária e resgate sem complicação

3)    Rentabilidade: acompanha a taxa Selic, sendo melhor do que aplicações na caderneta de poupança

4)    Simplicidade: O investidor só precisar ter uma conta em plataformas de investimento para fazer a aplicação

5)     Invista com pouco: cada título custa em torno de R$ 100, por isso é um título acessível

 

Como é feito o pagamento?

O pagamento do valor principal e dos juros do Tesouro Selic é feito no ato da venda do título.

Embora ele tenha um vencimento estipulado no momento da compra (ex: 2025), o investidor não precisa mantê-lo na carteira até o final, tendo a liberdade de vender quando quiser.

Vale ressaltar que os títulos do Tesouro Direto não são isentos de taxas e tributos. Fique atento a todos os possíveis custos ligados aos seus investimentos no momento da compra.

Ao fazer o investimento, será cobrada pela B3 uma taxa de custódia de 0,25% do valor do título. Também pode ser cobrada uma taxa de corretagem pela corretora. No caso da XP, no entanto, essa taxa é zero.

Também há a incidência de IOF, mas somente no caso de o investidor pedir o resgate do investimento no primeiro mês da aplicação. Sendo assim, evite fazer o saque nos 30 primeiros dias para não ter esse desconto.

No caso do Imposto de Renda, o desconto segue a regra de todos os investimentos de renda fixa não isentos.

Isso significa que a alíquota do IR é regressiva, ou seja, varia de 22,5% a 15% do rendimento. Ou seja, quanto mais tempo o seu dinheiro ficar aplicado no Tesouro, menor será o valor descontado do imposto.

Ver todos os artigos