Logo Up4 Invest Logo XP Investimentos
menu

Atendimento
por telefone

19 3835-0814

29
May

Por que diversificar sua carteira de investimentos

Por que diversificar sua carteira de investimentos

Independentemente do momento em que o país e o mundo estiver passando, uma das chaves para um bom investimento é a diversificação.

 

O que é diversificação de investimentos

A diversificação de investimentos é uma técnica de diluição de risco e maximização de ganhos que consiste em alocar recursos em diferentes aplicações financeiras, de modo que o desempenho negativo de uma não signifique perdas definitivas ao investidor.

Esse é um dos conceitos financeiros que todos os investidores precisam dominar. Afinal, em menor ou maior grau, aplicar seu dinheiro envolve riscos. Nesse contexto, ter uma estratégia eficiente é imprescindível.

Se você deixar todos os ovos na mesma cesta, pode acabar tendo um prejuízo definitivo.

Para o investidor atento, essa é a alternativa para lidar com a imprevisibilidade atrelada ao mercado financeiro. 

 

Diversificar reduz o “risco” de ganhar mais?

E se eu reduzir os riscos, não reduzirei também meu potencial de ganho?

Não. O que você vai reduzir é a oscilação. Provavelmente, não lucrará o máximo possível com uma ação nem perderá o máximo possível com ela.

Nesse ponto, se torna importante esclarecer que a estratégia de diversificação não consiste apenas em diluir riscos. Ela também permite a garantia de melhores rentabilidades, de acordo com as alternativas de ganhos a curto e longo prazo.

A resposta é simples: as aplicações com maiores rentabilidades são aquelas de longo prazo, que não permitem que você resgate o dinheiro até o fim da aplicação.

E se ocorrer um imprevisto? Sem acesso às economias, você provavelmente terá que solicitar um empréstimo e pagar juros, comprometendo diretamente seus rendimentos.

Trata-se, portanto, de uma estratégia impensada e sem sentido.

Optar pela maior rentabilidade pode até parecer a melhor alternativa quando você está ganhando mais. Mas lembre-se de que, diante de um imprevisto, ela pode deixar seu capital travado.

A diversificação, então, atua como um aliado, permitindo que você tenha em sua carteira itens de liquidez imediata e de longo prazo, formando uma composição equilibrada para o seu sucesso financeiro.

 

Como diversificar seus investimentos

É necessário que você compreenda quais são os três pilares das boas práticas da diversificação:

  • O primeiro deles é dividir seu portfólio entre vários tipos de investimentos: ações, títulos, fundos de investimento e até imóveis e moedas
  • O segundo é aplicar em títulos com níveis de riscos variáveis, já que isso equilibra perdas de um ativo com ganhos de outro
  • O terceiro é investir em setores econômicos distintos, para minimizar os riscos diversificáveis.

Uma questão que geralmente aparece quando um investidor pensa em diversificar sua carteira é: quantas ações preciso comprar para atingir a diversificação ideal e garantir meus rendimentos?

Não existe uma resposta exata. Tente distribuir suas aplicações entre pelo menos cinco empresas distintas, para minimizar os riscos do seu investimento.

Assim, você vai começar a acompanhar o mercado, perceber as oscilações e ficar mais tranquilo para investir no futuro.

E ainda mais importante: não invista na bolsa pensando no curto prazo. A ideia é que você vire sócio das empresas, e não que você queira duplicar seu investimento em uma semana.

À medida que você acumular mais capital, diversificar não será mais apenas uma questão de estratégia – e sim uma necessidade.

Seja para tentar melhorar sua rentabilidade ou apenas para mantê-la de forma constante, diminuindo os riscos atrelados aos investimentos de renda fixa ou variável.

De modo geral, ao diversificar investimentos, você precisa considerar suas metas financeiras e o horizonte de tempo em que pretende administrar esses ativos.
Não basta apenas estudar o produto – é fundamental traçar uma estratégia.

Afinal, diversificar apenas por diversificar não traz resultados. Já se você souber alocar suas aplicações de forma inteligente, poderá obter melhores rendimentos com menos riscos.

 

Mas como eu faço para começar?

O melhor conselho para quem ainda vai entrar nesta jornada é contar com o apoio de um assessor de investimentos. Esse profissional é um especialista em análise do mercado financeiro e perfil de investidor, e com base em seus objetivos conseguirá te ajudar a criar uma diversificação equilibrada que atenda suas necessidades e ainda gere as melhores oportunidades de resultados para o seu patrimônio.

Que tal entrar em contato com nossa equipe para entender melhor este processo?
 

Ver todos os artigos