Logo Up4 Invest Logo XP Investimentos
menu

Atendimento
por telefone

19 3835-0814

19
Mar

Oferta pública de ações: o que é e como participar?

Oferta pública de ações: o que é e como participar?

Em 2020, a bolsa de valores brasileira registrou a maior quantidade de IPOs (ofertas públicas iniciais) desde 2007. 

Ao todo, 28 empresas abriram seu capital, captando um total de R$117 bilhões. Para os investidores, as ofertas públicas de ações podem oferecer inúmeras vantagens.

Mas você sabe exatamente o que é e como funciona essa oferta pública de ações? Neste post, você verá a resposta a essa pergunta, além de entender quem pode participar de um IPO e como ela pode beneficiar investidores e companhias.

Continue a leitura para encontrar as principais informações sobre o assunto!

O que é oferta pública de ações?

A oferta pública de ações é um processo que possibilita a venda de ações de uma companhia a pessoas e empresas interessadas em investir nela. Com isso, o capital da companhia é aberto – normalmente, na bolsa de valores, e suas ações passam a ser negociadas no mercado de capitais.

Os principais tipos de ofertas públicas são:

  • IPO (initial public offer, ou oferta pública inicial);
  • Follow-on.

O IPO ocorre quando a empresa ainda não abriu seu capital na bolsa de valores. Nesse caso, ela fará sua primeira oferta pública de ações para captar recursos de investidores. 

Quanto ao follow-on, acontece quando a empresa já tem capital aberto e quer distribuir novas ações no mercado.

Como a oferta pública de ações funciona?

Quando uma empresa quer fazer uma oferta pública de ações, ela precisa atender a algumas exigências. Uma delas é obter uma autorização junto à CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Em seguida, é necessário recorrer a uma distribuidora de valores, que ficará responsável por distribuir as ações no mercado.

A empresa deve elaborar um prospecto de emissão contendo as informações que ajudarão os investidores a tomar suas decisões de investimento. Nesse documento, são apresentados o estudo de viabilidade, a faixa de preço das ações, a destinação dos recursos, o período de reserva etc.

Além disso, a empresa deve se tornar uma S.A. (Sociedade Anônima). Isso indica que os sócios poderão ser pessoas comuns de todo o país, e até mesmo do mundo.

A abertura tem início no período de reserva, quando os investidores se manifestam e indicam quantas ações gostariam de adquirir. Após a realização da oferta pública, é feita a liquidação. Nessa ocasião, o valor é debitado da conta do investidor e o ativo é transferido para seu nome.

Vale ressaltar que uma oferta pública pode ser primária ou secundária. No primeiro caso, as ações são transferidas da empresa para os investidores, e os recursos são direcionados para o caixa da companhia.

Em uma oferta pública secundária, o proprietário das ações é um investidor. É o caso, por exemplo, quando um sócio majoritário quer vender seus papéis. É feita uma oferta pública, pois, caso ele as vendesse no mercado normalmente, poderia causar um grande desequilíbrio.

Quem pode participar de uma oferta pública de ações?

Em certas ofertas, nem todos os investidores podem comprar as ações oferecidas, como é o caso das ofertas restritas. Nelas, é definido o público específico que poderá participar do processo. No caso das ofertas restritas, apenas investidores profissionais convidados podem participar.

Além disso, em algumas ofertas públicas de ações, pode ser definido que apenas investidores qualificados poderão participar. Nesse caso, é preciso ter pelo menos R$1 milhão investidos e atestar essa condição – ou ser profissional certificado no mercado financeiro.

No entanto, a maioria das ofertas públicas tem sido aberta para qualquer investidor que se interesse. Assim, basta ter conta em uma corretora e se informar a respeito das ofertas que estão para acontecer.

Quais são as vantagens de uma oferta pública de ações?

Uma oferta pública de ações é bastante vantajosa para a companhia. Afinal, é um método interessante de obtenção de recursos. Do contrário, seria preciso recorrer a financiamentos bancários, solução esta que apresenta um alto custo em função dos juros.

Outra desvantagem dos financiamentos é a empresa assumir uma dívida que pode durar por muitos anos. Isso poderia ser prejudicial para o caixa. Portanto, a oferta pública de ações é uma maneira de evitar o endividamento.

Para o investidor, uma oferta pública pode ser uma oportunidade de investir em ações por preços reduzidos. 

Afinal, em alguns IPOs, é possível observar o aumento no preço dos papéis no período que se segue à abertura do capital.

Naturalmente, tal valorização nem sempre acontece. Por isso, é importante considerar o seu perfil de investidor antes de comprar ações, principalmente quando se trata de um IPO. Os riscos podem ser maiores, já que não há tantos dados históricos da companhia para analisar.

Como participar de uma oferta pública de ações?

Para fazer um investimento em ações por meio de uma oferta pública, é preciso ter conta em uma corretora de valores. Além disso, como você viu, é preciso se informar a respeito das ofertas que estão para acontecer nos meses à frente.

Nesse caso, contar com uma assessoria de investimentos pode garantir que você tenha as informações necessárias para encontrar oportunidades. Contudo, ao encontrar uma oferta pública de seu interesse, não se esqueça de avaliá-la bem.

Para isso, recorra ao prospecto, que contém todas as informações referentes ao processo. Durante essa análise, podem surgir dúvidas. Mais uma vez, uma assessoria de investimentos pode oferecer o esclarecimento que você precisa para tomar a melhor decisão.

Uma vez que tenha decidido comprar ações em uma oferta pública, o primeiro passo deve ser manifestar o seu interesse. Acompanhe o cronograma para fazer a sua reserva dentro do prazo. 

Depois, defina a quantidade do seu interesse e insira essa informação na plataforma da corretora. No cronograma da oferta pública, você verá a data em que ocorrerá a liquidação. Preste atenção nessa data, pois é preciso ter o saldo em conta para que o débito seja feito corretamente.

Conclusão

Uma oferta pública de ações pode ser uma oportunidade para você comprar ações em condições interessantes. No entanto, certifique-se de respeitar o seu perfil de investidor para se expor apenas a riscos compatíveis com ele. 

Além disso, garanta que as suas fontes de informações sejam confiáveis para que você tome boas decisões de investimento. Neste sentido, a Up4 Invest pode ajudá-lo!

Gostou de entender o funcionamento das ofertas públicas de ações? Para que você consiga aproveitar boas oportunidades no mercado, entre em contato conosco e fale com um assessor!

Ver todos os artigos