Logo Up4 Invest Logo XP Investimentos
menu

Atendimento
por telefone

19 3835-0814

01
Jun

Quando vale a pena investir em ouro? Descubra!

Quando vale a pena investir em ouro? Descubra!

 

Muitas pessoas se perguntam se ainda vale a pena investir em ouro. Afinal, há tempos, ele deixou de ser usado como moeda de troca e aparenta estar cada vez mais escasso. No passado, ele já foi um investimento muito popular e símbolo de riqueza, mas será que isso ainda se mantém?

Ainda que o número de alternativas de investimento no mercado financeiro continue crescendo, o ouro continua sendo uma das opções mais tradicionais. Então, se você quer saber quando vale a pena investir nesse metal precioso, acompanhe a leitura até o final!

Vamos lá?

O que é e como funciona o investimento em ouro? 

O ouro é um dos metais preciosos mais antigos da humanidade. Por séculos, ele serviu como base para o comércio em diferentes civilizações. E, mesmo não sendo mais utilizado como referência de preço de mercadorias no mundo moderno, o ouro continua sendo valioso.

Atualmente, o ouro pode ser acessado por meio de diferentes tipos de investimento no mercado financeiro. Por exemplo:

  • ouro físico;

  • fundos de investimento em ouro;

  • fundos de índice atrelados ao metal (ETFs);

  • contratos futuros de ouro;

Normalmente quando se investe em fundos de investimento e contratos futuros de ouro, não há a liquidação física. Ou seja, seu capital somente estará exposto à variação do preço do metal, sem que você o receba fisicamente.

Quais fatores influenciam na cotação do ouro? 

A cotação do ouro, semelhante a outros investimentos de renda variável, obedece à lei da oferta e demanda. Isso significa que, nos períodos de aumento da procura pelo metal, seu preço tende a subir. Agora, caso a oferta aumente sem que haja demanda, a tendência é que seu preço diminua.

Diante disso, eventos como guerras, crises políticas e econômicas podem influenciar na sua cotação. Afinal, em períodos de incerteza muitos buscam formas de proteger seu capital, sendo o ouro uma alternativa para esse fim — já que ele possui baixa correlação com outros ativos (como as ações).

Quais as vantagens e desvantagens do investimento em ouro?

Depois de ter aprendido um pouco mais sobre o ouro, é válido conhecer suas vantagens e desvantagens. Entre as principais vantagens se destacam:

  • Oferece facilidade em investir;

  • proporciona a diversificação;

  • pode ser usado como reserva de valor;

Por outro lado, vale conhecer as desvantagens. Veja as principais:

  • não gera renda passiva;

  • está sujeito à volatilidade;

  • o investimento não conta com a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Quando vale a pena investir em ouro? 

Sabendo, agora, o que influencia na cotação do ouro e seus pontos positivos e negativos, você deve estar querendo saber quando vale a pena investir em ouro.

O investimento em ouro valerá a pena quando fizer sentido para você. Para isso é preciso levar em consideração o seu perfil de investidor, as estratégias que serão adotadas e os seus objetivos individuais no mercado.

Como você viu, o ouro pode ser uma opção apropriada para a proteção e diversificação de sua carteira — especialmente em períodos de crise. Então, decidir quando vale a pena investir em ouro é uma tarefa que caberá ao próprio investidor, pois apenas ele saberá o momento em que o investimento fará sentido para o seu portfólio.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe-o com um amigo que queira investir em ouro!

Ver todos os artigos