Logo Up4 Invest Logo XP Investimentos
menu

Atendimento
por telefone

19 3835-0814

07
Jun

Family office x multi family office: o que são e quais as diferenças entre eles?

Family office x multi family office: o que são e quais as diferenças entre eles?

 

No momento de gerir o patrimônio da família, é comum buscar soluções para facilitar a administração de bens. Nesse sentido, diversos serviços podem ajudar quem tem um grande capital — principalmente, o family office ou o multi family office.

Você conhece essas alternativas e sabe como os family offices funcionam? O foco dessas soluções é ajudar no gerenciamento e proteção do patrimônio de famílias com diversos bens e cifras milionárias. Apesar de serem mais famosos no exterior, eles também podem ser utilizados no Brasil.

Quer entender como o family office e multi family office funcionam e suas características? Então confira esse conteúdo com as principais informações sobre o tema!

O que é family office?

O termo family office vem do inglês e significa escritório familiar, de maneira literal. Dessa forma, é comum pensar que eles são empresas constituídas por famílias para administrar o patrimônio — como as holdings.

No entanto, o conceito family office é, na verdade, uma maneira de identificar serviços de administração de patrimônio familiar e de investimentos para famílias com capital elevado. Logo, diferentemente da holding, ele não é uma pessoa jurídica, mas sim um modelo de serviço.

O family office serve aos interesses de famílias com alto poder aquisitivo, que costumam ter um patrimônio constituído por diversos bens. Desse modo, podem compor esse patrimônio imóveis em diversos locais, automóveis, empresas e dinheiro em caixa.

Assim, a gestão do capital pode se tornar bastante complicada, principalmente se diversos membros da família se encarregam dessa tarefa. Afinal, há diversas obrigações relacionadas aos bens, além de inúmeras destinações possíveis para o capital.

Dessa maneira, o family office — especialmente o single family office, como você verá adiante — surgiu como uma solução para administrar o patrimônio de forma imparcial, buscando atender aos objetivos da família. Com ele, um profissional ficará responsável por administrar os bens e os investimentos do grupo familiar.

Como ele funciona?

Como você percebeu, o family office é um serviço destinado à gestão da fortuna de uma família. Portanto, o primeiro passo do profissional responsável é fazer um inventário com todos os bens que devem ser administrados.

Ademais, o responsável conhecerá as expectativas da família, seus objetivos financeiros e o perfil de risco. A partir dessas informações, o profissional tem condições de buscar alcançar as finalidades do family office.

Depois de obter essas informações, o profissional ou escritório responsável começará suas atividades na prática. Para isso, ele pode regularizar as obrigações financeiras, entrar em contato com bancos e profissionais da área contábil e jurídica.

Dependendo dos objetivos da família, o family office também pode buscar soluções para o planejamento da herança e proteção patrimonial. Ainda, pode haver um planejamento de investimentos, indicando aportes e até mesmo emitindo ordens de compra e venda no mercado em favor do fundo.

Nesse caso, é comum que a escolha seja pelo single family office, que oferece maior personalização. O serviço de family office, nesse tipo de contrato, é completamente personalizado para a família, de acordo com suas características e anseios. 

Na contratação do single family office, portanto, são definidas todas as responsabilidades e poderes do family office para desempenhar a tarefa de gestão de patrimônio.

O que é multi family office e como funciona?

Você já entendeu o que é um family office e como ele funciona, e ainda compreendeu que o single family office envolve a gestão do patrimônio de uma única família. Então é possível conhecer o conceito de multi family office. 

O funcionamento dele é bastante parecido com o family office em relação aos serviços prestados. No entanto, com o multi family office, diversas famílias são atendidas ao mesmo tempo pelos profissionais responsáveis pela administração do patrimônio. Assim, ele pode trazer menos personalização, mas maior economia.

Como você viu, no single family office, todo o serviço é prestado de forma exclusiva a um grupo familiar. Ou seja, são considerados os objetivos e bens de apenas uma família.

Já no multi family office, as soluções e serviços oferecidos são padronizados para diversas famílias. Dessa forma, eles serão utilizados conforme as necessidades dos grupos — que geralmente são divididos por características idênticas.

Há dois tipos de multi family office: o de investimento e o de monitoramento. No primeiro caso, o serviço busca determinar estratégias de investimento em conjunto com as famílias. Logo, o profissional dá uma destinação aos recursos e pode, inclusive, executar os aportes.

Já no multi family office de monitoramento há um serviço que auxilia a família em decisões estratégicas sobre o patrimônio. Desse modo, não há execuções de ordens de investimento, mas apenas o planejamento sobre o patrimônio.

O profissional ou escritório também pode apresentar outros serviços e explicar os procedimentos em relação às obrigações com os bens. Assim, o multi family office intermedeia a apresentação a serviços bancários, de contabilidade e de investimentos ideais para as famílias.

Quais as diferenças entre single family office e multi family office?

Agora que você já entendeu como essas duas modalidades de family office funcionam, é preciso identificar suas principais diferenças entre elas. Já vimos que uma se dedica a planos exclusivos a uma família e a outra tem serviços padronizados para mais de um grupo familiar.

Mas essas não são as únicas diferenças. Na prática, os formatos diferentes trazem consequências para as famílias. Por exemplo, no single family office, apesar de haver maior personalização, os custos também são maiores.

Nesse sentido, como o serviço é especializado, também há mais onerosidade e participação da família em todo o procedimento. Portanto, para famílias que não possuem tantos bens, o single family office pode trazer custos excessivos.

Já o multi family office conta com serviços padrão e destinados a diversas faixas de renda. Portanto, os custos são menores para as famílias. Com isso, o serviço pode ser uma boa solução para os grupos que precisam de administração, mas não têm um patrimônio tão elevado que necessite de um serviço personalizado.

Quais são as vantagens desse tipo de gestão para as famílias?

Após entender o que é um family office — e suas duas modalidades principais —, você também deve estar interessado em conhecer melhor as vantagens desse serviço, não é mesmo? A contratação desse serviço pode ser relevante para as famílias com um grande patrimônio em diferentes aspectos.

Por exemplo, ao optar pelo family office, há mais praticidade e segurança para os membros do grupo familiar em relação aos seus bens. Isso acontece porque todos os processos relacionados a tributos, pagamentos e sucessão podem ser tratados pelo family office.

Por isso, a família não se preocupa com a burocracia e as obrigações envolvidas na administração do capital. Também é importante mencionar a vantagem em relação aos investimentos. A partir desse serviço, a família pode atingir objetivos financeiros e utilizar o dinheiro de maneira mais inteligente — protegendo e impulsionando o patrimônio.

Entendeu como funciona o multi family office e sua modalidade individual? Esses serviços podem ser interessantes para diversas famílias, principalmente para administrar o patrimônio e investir o capital com mais praticidade!

Quer receber informações sobre investimentos e finanças automaticamente? Então assine a newsletter da UP4 Invest!

 

 

Ver todos os artigos