Logo Up4 Invest Logo XP Investimentos
menu

Atendimento
por telefone

19 3835-0814

01
Sep

Entenda como funciona a regulamentação do agente autônomo de investimentos

Entenda como funciona a regulamentação do agente autônomo de investimentos

Um dos principais motivos de investir costuma ser buscar o aumento de patrimônio. Mas, com inúmeras possibilidades disponíveis no mercado financeiro, pode ser difícil escolher os melhores investimentos. Por isso, é importante conhecer o trabalho do agente autônomo de investimentos.

De modo geral, a sua atividade consiste em ajudar as pessoas a investir melhor. Por meio deles, o investidor poderá se sentir mais seguro no momento de realizar um investimento. Afinal, ele terá o suporte de um profissional para tirar suas dúvidas.

Você quer saber mais acerca do que é um agente autônomo de investimentos, quais são os limites da sua atuação e como funciona a regulamentação dessa atividade? Então aproveite a leitura deste conteúdo!

O que é um agente autônomo de investimentos?

A descrição da atividade de agente autônomo de investimento (AAI) está presente na instrução da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) de nº 16 — datada de 09 de fevereiro de 2021. O profissional também é conhecido como assessor de investimentos.

Ele é uma pessoa física, registrada na CVM e credenciada em uma entidade autorizada por ela. A instituição que realiza esse credenciamento é a Ancord – Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias.

Além disso, apesar de seu nome conter o termo “autônomo”, o assessor deve estar vinculado a uma corretora de valores. Assim, ele só pode ofertar os produtos e serviços da instituição com a qual mantém vínculo. 

Entre as atividades do agente autônomo de investimento estão:

  • prospecção e captação de clientes;
  • recepção, registro e transmissão de ordens para os sistemas de negociação; 
  • prestação de informações sobre os produtos oferecidos pela corretora à qual está vinculado.

Para atuar profissionalmente, o interessado precisa ser aprovado no exame da Ancord e conseguir a certificação AAI. O processo de inscrição é feito pela internet, e a prova pode ser realizada online ou presencialmente, mediante o pagamento de uma taxa.

O que um AAI não pode fazer?

Depois de conhecer o conceito de AAI e as atividades que ele pode exercer, é pertinente ter ciência do que ele não pode fazer. Os limites aplicáveis também podem ser encontrados na instrução CVM nº 16/21, especificamente na “seção II — vedações”. 

Dentre elas, estão:

  • manter contrato com mais de uma corretora de valores;
  • receber de clientes ou em nome deles, ou entregar, por qualquer razão, numerário financeiro, títulos, valores mobiliários e outros ativos;
  • ser procurador ou representante de clientes perante outras corretoras de valores;
  • contratar com clientes ou realizar serviços de administração de carteiras, consultoria ou análise de valores mobiliários;
  • atuar como preposto de corretora com qual não mantém contrato;
  • delegar a terceiros, os serviços para os quais tenha sido contratado;
  • usar senhas ou assinaturas eletrônicas de uso exclusivos dos clientes para lançar ordens;
  • confeccionar e enviar extratos contendo informações sobre as operações realizadas ou posições em aberto.

Como pode ser visto, a lista de proibições do AAI é considerável. O exercício de alguma dessas atividades configura infração grave, passível de suspensão do registro para exercer a carreira. Ainda, pode haver inabilitação ou proibição temporária de atuar e operar no mercado de valores mobiliários. 

Quais as vantagens de contar com suporte do AAI?

Considerando o trabalho do assessor de investimentos, uma das principais vantagens de contar com ele é receber orientação profissional para entender o mercado financeiro. Logo, ele poderá apresentar investimentos com base no seu perfil de investidor e objetivos financeiros — de curto, médio e longo prazo.

Ao realizar operações mais adequadas ao seu perfil, metas e expectativas, a tendência é que os seus resultados sejam mais adequados ao que você busca. Essa também é uma vantagem de se valer desse serviço profissional.

Também integra o campo das vantagens a economia de tempo proporcionada pelo AAI. Afinal, você tem à disposição informações e conhecimentos organizados. Logo, não precisará despender horas pesquisando o mercado e tentando entender os investimentos sozinho.

Não pode ser esquecido, ainda, o potencial educacional proporcionado pelo AAI. Ao receber orientações sobre investimentos, você se torna mais consciente do seu perfil, dos seus objetivos e das alternativas do mercado. Assim, tem a chance de tomar decisões mais sólidas.

Dentre os principais benefícios de contar com o auxílio de um AAI também está a sua gratuidade para o investidor. Isso porque quem remunera os serviços prestados é a corretora de valores que mantém vínculo com ele.

Como ter acesso a um AAI?

Como visto, as vantagens de ter o suporte de um assessor de investimentos durante sua jornada de investimento são inúmeras. Mas, você sabe como ter acesso a esse profissional?

Os agentes autônomos de investimentos, como você viu, são contratados pelas corretoras de valores. Logo, você poderá buscar por uma instituição sólida no mercado, como a XP Investimentos — a maior corretora da América Latina — e escolher um agente vinculado a ela.

Antes de fazer a escolha é preciso consultar se o profissional está devidamente registrado junto à CVM e credenciado na Ancord. Você já sabe que esses são dois requisitos essenciais para que ele possa exercer a atividade. Estando tudo certo, basta entrar em contato com o escritório ou profissional escolhido.

Lembre-se, ainda, que não é preciso ser um investidor experiente para contar com esse serviço. O agente de investimentos tem capacidade de auxiliar tanto aqueles que investem com frequência no mercado financeiro quanto quem está começando a dar os primeiros passos nos investimentos.

Por fim, é importante ter em mente que contar com esse suporte não significa deixar seu dinheiro sob responsabilidade de outra pessoa. Os aportes e a decisão de investimento serão sempre seus — de acordo com o seu perfil e seus objetivos.

Agora que você sabe o que é agente autônomo de investimentos, o que está esperando para contar com seu auxílio no momento de investir? Fale com um assessor da Up4Invest e conte com uma assessoria de investimentos com expertise de mais de 10 anos de mercado!

Ver todos os artigos