Logo Up4 Invest Logo XP Investimentos
menu

Atendimento
por telefone

19 3835-0814

10
Oct

Como viver de renda 

Como viver de renda 

Viver de renda está entre os maiores sonhos de muitas pessoas. A ideia de parar de trabalhar e poder, ainda assim, ter uma renda mensal com tranquilidade acaba sendo vista como um desejo e objetivo.

E embora seja um sonho totalmente possível, viver de renda é algo que exige atenção, dedicação e paciência. Primeiro é preciso plantar as árvores, para depois colher os frutos.

É preciso ter inteligência para planejar os objetivos e criar estratégias. Saber muito bem qual é o prazo e o que você quer para o seu futuro.

Quando se deseja formar um patrimônio, é preciso recorrer a um certo esforço para depois ter a recompensa. Via de regra, é positiva e algo que vale a pena. Quando se mira acumular patrimônio depois do acúmulo de recursos financeiros ao longo do tempo, é preciso tomar uma série de atitudes que vão te encaminhar para a construção de riqueza.

 

O que é viver de renda?

Viver com tranquilidade, sem ter que trabalhar muito ou até mesmo não precisar trabalhar parece um verdadeiro sonho. Não ter chefe, horários fixos e nem obrigações parece até mesmo um oásis no meio do deserto. Viver de renda é algo que muitos brasileiros almejam, mas não sabem o que fazer e nem como começar.

Tanto é que milhões de brasileiros acham que vão conseguir enriquecer ganhando na Mega Sena ou até mesmo investindo naquele novo e super promissor investimento do momento que vai pagar sei lá quantos porcento de juros ao mês.

Se por um lado existem milhões de pessoas apostando toda semana na loteria, por outro apenas pouco mais de 1 milhão de investidores estão na bolsa de valores.
Isso significa que a busca por dinheiro fácil acaba sendo muito maior do que o interesse por investimentos que vão de fato te ajudar na missão da construção de um patrimônio.

Serão os investimentos inteligentes que vão te ajudar a viver de renda, tendo segurança e tranquilidade. Mesmo começando com pouco, é possível investir. Basta começar e ser constante. Para ser independente financeiramente e poder de fato a viver de renda, é preciso mudar de atitude. Afinal, viver de renda nada mais é do que a construção de um patrimônio que vai te permitir ter uma renda mensal constante e segura.

 

Tenha uma reserva de emergência

Sabe aquele dinheiro que você guarda para momentos de imprevistos, como doenças, problemas com carro ou qualquer outra situação inesperada?

Pois é. A reserva de emergência deve ser o seu principal foco no planejamento inicial da sua construção de patrimônio. Esse fundo de emergência deve ser de em torno de 6 meses do seu custo fixo mensal. Se você precisa de R$ 4 mil para pagar todas as suas contas, terá de acumular então um total de R$ 24 mil em aplicações que tenham liquidez, ou seja, que possam ser resgatadas a qualquer momento.

Para construir essa reserva de emergência, você poderá optar tanto por fundos de renda fixa com resgate imediato (caso queira deixar a gestão dos recursos na mão de um especialista do mercado) quanto por uma aplicação direta no Tesouro Selic.
Este é o título do Tesouro Direto com rentabilidade que segue a da taxa Selic e possui um resgate rápido em casos de emergências.

Tendo esse dinheiro reservado e bem investido, o próximo passo para você é continuar a fazer o dinheiro trabalhar por você para que possa viver de renda.

 

De olho no balanço financeiro

Já parou para pensar que o passo zero para quem quer aumentar o patrimônio é primeiro saber tudo o que tem e como está a sua saúde financeira?

Quando você tem certeza de tudo o que ganha, quanto gasta e quanto poderia poupar mensalmente, fica muito mais fácil fazer esse diagnóstico e saber o que precisa ser melhorado.

 

Fuja das dívidas

Após fazer o diagnóstico da sua saúde financeira, você precisará avaliar se há alguma dívida pendente. É neste momento que você verá quanto precisa pagar, quanto está disposto a economizar e onde.

O passo seguinte é renegocias os valores com os credores para se livrar do peso que os juros podem ter ao ver suas dívidas aumentando.

 

Planejamento financeiro

Organizou as contas e pagou as dívidas? Muito bem. O próximo passo para buscar uma renda maior é o planejamento financeiro. É neste momento que você pensará de forma estratégica como vai organizar bem as suas finanças para poder aplicar bem o dinheiro que conseguir guardar todo mês.

Para enriquecer, não há mistério: é preciso GANHAR, POUPAR e INVESTIR. Quanto mais você puder poupar para investir, mais seu dinheiro renderá e mais cedo poderá viver de renda.

Ao criar seu planejamento financeiro, você poderá visualizar de forma mais clara qual é o mínimo que precisa investir para que seja independente financeiramente no prazo que achar pertinente.

 

Qual o valor mensal necessário?

Planejou suas finanças e já sabe quanto pode poupar e qual é o seu objetivo?
Agora, é preciso calcular quanto você quer ter de renda mensal para poder viver da forma que achar mais adequada.

Não esqueça de considerar todos os custos que já tem e também tenha em mente que podem ocorrer alguns custos extras, como viagens, por exemplo.

Aqui, não será preciso ter um valor exato, mas é bom ter uma ideia de grandeza para não errar nos cálculos. Se quiser viver de renda com R$ 5 mil ao mês, por exemplo, ficará mais fácil fazer os cálculos que citaremos abaixo.

 

Calcule o valor do patrimônio necessário

Para chegar a um valor aproximado do patrimônio desejado para viver de renda, será preciso fazer algumas contas. Considerando 6% ao ano uma rentabilidade realista e superior à inflação, faça o seguinte cálculo:

Pegue a renda mensal que será investida e a multiplique por 12 para ter a sua renda anual.

Depois, divida esse valor por 0,06 (os 6% que falamos acima) para chegar ao valor do seu patrimônio ideal.

No caso do exemplo de renda mensal de R$ 5 mil que citamos acima, a conta é a seguinte:

(R$ 5 mil x 12) / 0,06 = R$ 1 milhão.

Este é o patrimônio que você precisa acumular para conquistar a liberdade financeira.
Vale ressaltar que esta conta pode ser variável, dependendo de qual é a inflação.

 

Investimentos

Se você leu até aqui, é porque entendeu a importância de mudar de atitude e começar a investir para construir seu patrimônio. E para começar, o primeiro passo é abrir conta em uma plataforma de investimentos.

Ao investir por meio de uma corretora de valores, você terá acesso a um número muito maior de alternativas de investimentos e de rendimentos. Algo que no banco você não vai conseguir se deixar o seu dinheiro lá parado na poupança.

O próximo passo é ficar de olho nas recomendações dos especialistas.

Tenha em mente que com a queda da taxa Selic a 5%, é preciso diversificar os seus investimentos para conseguir uma rentabilidade real acima da inflação e do CDI. Somente com investimentos que tenham rentabilidade positiva é que você vai conseguir investir bem e ter um capital suficiente para viver de renda.

Fique sempre atento na sua carteira e nos seus rendimentos, principalmente considerando o retorno líquido de taxas e de imposto de renda. Se os seus investimentos se limitarem a ativos mais conservadores como o Tesouro Selic, por exemplo, ficará difícil alcançar a rentabilidade desejada em um prazo mais curto.

Lembre-se sempre da correlação entre risco e retorno. Para ter maior rentabilidade, você precisará estar mais disposto a correr riscos ao diversificar sua carteira.

 

Como viver de juros?

Você sabia que pode multiplicar seu dinheiro apenas se aproveitando do poder dos juros compostos? Sim, é possível ganhar dinheiro investindo e se beneficiando dos juros compostos.

Isso significa que quando você deixa o dinheiro investido mês após mês, vendo seus rendimentos mensais ocorrerem também sobre os lucros passados.

A rentabilidade, então, será de acordo com o tempo, o valor e o tipo de aplicação escolhida. É se aproveitando desse crescimento contínuo que será possível construir patrimônio.

Ao investir no longo prazo, você poderá ter maior rendimento através dos juros compostos se não mexer neste dinheiro. Isso porque ninguém fica rico da noite para o dia. Os efeitos positivos dos juros compostos serão vistos com maior facilidade ao longo do tempo.

 

Como ter retorno acima da inflação

Montar uma carteira de investimentos que gere retorno acima da inflação é totalmente possível. Para isso, no entanto, será preciso estudar as alternativas disponíveis para montar uma carteira diversificada.

Além dos títulos públicos, avalie também investir em ações, fundos imobiliários, fundos de investimento ou até mesmo previdência privada.

Uma carteira bem feita de acordo com o seu perfil de investidor pode te garantir ganhos bem acima da média.

Ver todos os artigos