Logo Up4 Invest Logo XP Investimentos
menu

Atendimento
por telefone

19 3835-0814

15
May

Como começar a investir em 4 passos

Como começar a investir em 4 passos

Saber como investir dinheiro é uma das principais questões a ser resolvida para quem quer iniciar sua jornada neste universo. Separamos quatro dicas que irão te conduzir durante os primeiros passos de sua iniciação. 

Mesmo com pouco dinheiro, é possível começar a investir e ter bons rendimentos. Basta escolher o ativo certo e saber que definitivamente a poupança não é uma opção. Com a taxa Selic em 5% ao ano, você está perdendo dinheiro se aplicar na poupança. 

Muitas pessoas inclusive reclamam que não sobra dinheiro para investir.  Mas e se te falássemos que com R$ 100 reais você consegue comprar um título com rendimento igual ao da Selic? Este é o caso do Tesouro Selic, a melhor alternativa para quem ainda está na poupança e busca liquidez e segurança. 

Se no seu caso é possível economizar um pouco mais, com R$ 1 mil é possível investir em alternativas de renda fixa. LCI, LCA e CDB são algumas opções. 

Se você está começando agora, a primeira coisa é começar aos poucos. Faça seu primeiro investimento aplicando apenas uma parte do seu dinheiro. Menos de 5% está ok. 

A seguir, vamos listar 4 passos para investir seu dinheiro agora mesmo. Saiba como começar a fazer seu patrimônio crescer e se aproxime dos seus sonhos. 

 

Passo 1: Estabeleça objetivos 

Antes de colocar a mão na massa, é preciso parar e refletir. Quais são os seus objetivos? Por quais motivos você quer fazer o dinheiro crescer? Pode ser comprar um carro, abrir um negócio, conquistar a independência financeira… 

É fundamental aqui ter em mente o quanto você quer ter no futuro e por qual motivo vai economizar e investir seu dinheiro. A dica aqui é separar por prazos, desde os mais curtos até os mais longos. Depois de estimar os prazos, é preciso levantar a quantia que que você quer para cada objetivo. 

 

Passo 2: Conheça seu perfil de investidor 

Para investir de forma mais adequada com os seus objetivos, é preciso que você saiba qual é o seu perfil de investidor. Também conhecido como Suitability, é um teste simples e prático para apontar a sua tolerância ao risco. 

Basicamente, existem 3 perfis de investidor: conservador, moderado e agressivo. Para conhecer qual é o seu perfil, busque um assessor de investimentos especializado para te ajudar.

 

Passo 3: Conheça os tipos de investimentos 

Existem basicamente dois tipos de investimentos: os de renda fixa e os de renda variável. Tem opções para cada um dos perfis citados acima. 

 

Renda fixa 

No caso da renda fixa, são títulos públicos ou privados. Basicamente são empréstimos para instituições de ambos os setores.  Em troca, você recebe rendimento que pode ser pré ou pós-fixado e é definido no momento da compra. No caso dos títulos prefixados, você sabe exatamente quanto vai receber na data do vencimento. Já no pós-fixado, a taxa é atrelada a um indexador da economia, como o CDI ou a taxa Selic. Nestes casos, os rendimentos podem variar. 

Além disso, em muitos casos há a segurança oferecida pelo Fundo Garantidor de Créditos, o FGC, que reembolsa até um determinado valor caso a instituição financeira quebre.  

Tudo sobre investimentos de renda fixa

Renda variável 

Neste caso, estamos falando dos investimentos negociados na bolsa de valores. Ne renda variável, não há a previsão de rendimento fixo. Por isso, retorno passado não é garantia de rendimento futuro. 

As ações das empresas e a própria bolsa variam de acordo com vários fatores. Notícias políticas, resultados de empresas e o cenário externo podem influenciar. Por isso, para ganhar dinheiro com ações é preciso ter conhecimento e investir em boas escolhas. 

Como investir em ações?

Passo 4: Abra conta em uma plataforma de investimentos 

Este último passo também é muito importante para quem entre no mundo dos investimentos.  

Afinal, quando se escolhe uma corretora de valores com boas taxas e diversidade de produtos, seus rendimentos serão positivamente afetados. 

Mas por que uma corretora e não um banco? É simples.  

Nos bancos, você vai encontrar somente os investimentos do próprio banco.  

Já nas corretoras, as aplicações disponíveis são de diversas instituições diferentes.  Por fazer a intermediação entre o investidor e o mercado financeiro de forma simples e independente, a corretora é a melhor alternativa. A Up4 Invest é associada à XP Investimentos, referência no mercado financeiro do Brasil e com uma das mais completas plataformas de investimentos. 

Além de ser uma empresa consolidada e segura, a XP oferece diversificação de investimentos, taxas baixas e uma equipe de especialistas qualificada e à disposição dos clientes. 

Que tal entrar em contato com um de nossos especialistas?

Ver todos os artigos