Logo Up4 Invest Logo XP Investimentos
menu

Atendimento
por telefone

19 3835-0814

11
May

Como aplicar seus investimentos de forma inteligente

Como aplicar seus investimentos de forma inteligente

Mais do que simplesmente buscar alternativas para aumentar seus rendimentos, escolher a estratégia certa pode ser fundamental para ver seu dinheiro crescer dentro do prazo que você espera. E, para isso, é preciso saber aplica-lo de forma inteligente. Entenda como!

Aplicar seu dinheiro em fundos de investimento pode ser o primeiro passo para começar a ver seu patrimônio crescer. Mas é preciso saber investir de modo assertivo para ter melhores resultados e alcançar seus objetivos de modo mais eficiente.

Por isso, no post de hoje preparamos algumas dicas para te ajudar a criar uma estratégia inteligente de investimento e ter bons resultados nessa empreitada.

 

Entenda o seu perfil de investidor

Antes de dar qualquer passo no mundo dos investimentos, é preciso primeiro entender até onde você está disposto a chegar. Esses “limites” é que ajudarão a definir o seu perfil de investidor. Saber se você é mais conservador, moderado ou arrojado é fundamental para entender que tipo de investimento deve ser realizado.

Quando se fala em investir, não existe fórmula mágica. Se o que você busca são maiores rendimentos, então também deve estar disposto a correr mais riscos. Então olhe para o seu cenário financeiro e para o que deseja e pergunte a si mesmo qual é o limite máximo de perda e risco que você aceita correr. Se você é novo nesse universo, pode começar com algumas estratégias mais conversadoras para sentir como funciona e separar uma parte de seu rendimento para testar algumas ações mais arrojadas, por exemplo.

Tendo essa definição de perfil bastante clara, fica muito mais simples ter um direcionamento mais assertivo na procura do investimento ideal para o seu objetivo.

 

Defina prazos para uso do investimento

Se você depende do rendimento de seus investimentos para uma determinada meta ou objetivo, deve sempre levar em conta a liquidez da opção escolhida. Saber o prazo em que você terá o dinheiro disponível novamente é importante, pois algumas modalidades de investimento exigem um tempo mínimo de carência.

Caso o seu objetivo seja o máximo de rendimento, então o ideal é que você não dependa do dinheiro que será investido. Desse modo, poderá aplicá-lo em boas opções de longo prazo e maior rendimento para ter melhores resultados. Mas também existem várias opções de fundos de investimento com liquidez diária e capital mínimo de entrada de R$1.000,00 que podem aumentar sua rentabilidade no curto prazo. O segredo é: defina o seu prazo e divida os investimentos em grupos de curto, médio e longo prazo.

E se precisar utilizar o dinheiro durante o período de aplicação, lembre-se de dar preferência aos investimentos com liquidez diária para evitar perdas.

 

Diversifique seus investimentos

Você já deve ter ouvido o ditado “nunca deixe seus ovos em uma única cesta”, certo? Quando o assunto é investimento, essa lógica também se aplica!

Trabalhar a diversificação dos seus setores de investimentos pode ser uma alternativa inteligente para que a volatilidade não influencie em sua carteira, minimizando os riscos para sua rentabilidade. E utilizar essa estratégia pode ser mais simples do que você imagina.

Se você optar por fundos de investimentos, por exemplo, já terá em mãos uma excelente modalidade de diversificação, já que eles são compostos por um aglomerado de investimentos em um só lugar e por contarem com maiores quantias de investimento (mais gente investindo), têm acesso à melhores taxas e melhores chances de rentabilidade.

Neste post especial sobre “A nova onda de investimentos” você confere mais detalhes sobre essa modalidade de investimento.

 

Tenha metas

Quando se fala em ter metas para investir, podemos dividir essa dica em duas fases: antes e depois de aplicar o seu dinheiro.

Antes de fazer um investimento, você deve traçar metas pessoais para definir o que pretende alcançar com seu dinheiro ou rentabilidade. Muitas vezes você pode ter buscado a aplicação para conquistar um bem ou adquirir um novo patrimônio, por exemplo. Outras vezes, pode ser uma alternativa para que você não perca seu dinheiro apenas por deixa-lo parado (e sim, você perde dinheiro na poupança!).

Então entender quais são suas metas e onde você quer chegar é primordial para dar o start nessa estratégia. Muitas vezes as suas metas é que ajudarão a definir o perfil de investidor e até mesmo o prazo para seu investimento. Se seu objetivo é comprar uma casa, por exemplo, você já deve imaginar que o ideal é um investimento de longo prazo. Mas se busca fazer uma viagem, pode trabalhar com investimentos que possibilitem o médio e curto prazo para liquidez.

Pois bem, dinheiro investido, é importante agora ter metas para avaliar o desempenho do seu investimento. Acompanhar os índices de rentabilidade e entender o que não funcionou deve ser uma análise combinada com o cenário mercadológico e econômico. Afinal, uma vez que a meta não tenha sido atingida, é perigoso que o investidor modifique a carteira para deixa-la mais agressiva e recuperar a meta não atingida sem entender antes o que causou aquele movimento e quais são as perspectivas de mercado para o período subsequente. E esse ponto nos leva à próxima dica, também muito importante...

 

Acompanhe de perto seus investimentos

A partir do momento em que você se torna um investidor, deve ter fome por sempre acompanhar não apenas os resultados de sua rentabilidade, mas tudo que acontece no mercado e que pode influenciar suas aplicações. Cada movimento pode ser fundamental para sua inteligência financeira e você deve estar atento à esses detalhes ou contar com assessores financeiros, que são profissionais especializados, para lhe apoiarem.

Outra dica importante é não tomar atitudes precipitadas no curto prazo quando você está trabalhando um investimento de longo prazo. Se você observou uma desvalorização em um de seus investimentos durante uma semana ou mês para um investimento de longo prazo, isso não necessariamente representa um fator negativo para o seu resultado futuro. Converse com seu assessor financeiro, analise os cenários e entenda os detalhes antes de tomar qualquer ação.

O assessor financeiro é um especialista em assuntos financeiros e estratégias de investimentos que tem como responsabilidade estudar, analisar e indicar os melhores ativos financeiros – sejam eles fundos de investimentos, títulos de renda fixa, títulos de renda variável ou outras alternativas pertinentes. Por isso, ele pode te ajudar a otimizar os seus recursos e patrimônios, bem como analisar possíveis tendências que podem auxiliar em situações de desespero, como a queda da bolsa em 18 de maio, que provocou a interrupção dos serviços em virtude da crise no governo Temer. Tomar ações precipitadas em um momento como esse pode ser mais devastador do que aguardar que tudo se normalize.

Então respire fundo, conte com o apoio de uma boa assessoria financeira e faça negócios de forma inteligente!

Lembre-se que a melhor assessoria financeira é aquela que te ajuda a cuidar dos seus investimentos e fazer o seu dinheiro render. Eles não crescem pelo seu dinheiro, mas com o seu dinheiro. Entre em contato com a Up4Invest e saiba como podemos te ajudar.

Tudo que você precisa saber sobre investimentos

Ver todos os artigos