Logo Up4 Invest Logo XP Investimentos
menu

Atendimento
por telefone

19 3835-0814

16
May

Boletim do mercado financeiro – Maio/2022

Boletim do mercado financeiro – Maio/2022

Olá, tudo bem?

Em abril de 2022, a bolsa de valores brasileira (B3) observou a maior retração desde março de 2020. Já o dólar reverteu o movimento de queda que vinha apresentando nos últimos meses.

Como a volatilidade é causada tanto pelo contexto internacional quanto pelo ambiente nacional, é importante acompanhar as movimentações do mercado. Por isso, criamos este boletim para ajudá-lo.

Confira os principais acontecimentos de abril e veja o que esperar em maio!

Bolsa de valores

No último pregão de abril, a bolsa de valores brasileira fechou aos 107.876,16 pontos. A performance representa uma queda de 10,10% sobre o fechamento do mês de março. O resultado mensal da bolsa em abril foi o pior desde março de 2020.

Dólar

Ao contrário da bolsa brasileira, o dólar fechou o mês de abril em alta, cotado a R$ 4,943 — uma variação positiva de 0,06% em relação ao dia anterior.

No entanto, no acumulado do mês, o desempenho da moeda americana representou um avanço de 3,86% em relação ao real. Essa foi a maior alta desde setembro de 2021.

Juros

Em abril, o Comitê de Política Monetária (Copom) não se reuniu, mantendo a Selic — a taxa básica de juros da economia — em 11,75% ao ano. Em 3 e 4 de maio, o Copom se reuniu e estabeleceu a Selic em 12,75% ao ano.

Destaques do mês de abril

Apesar do recuo da bolsa de valores, algumas ações se destacaram no mercado e acumularam bons resultados em abril. As ações do Ibovespa que mais subiram no período foram:

  • PetroRio (PRIO3): 12,14%;

  • CPFL Energia (CPFE3): 12,02%;

  • Eletrobras (ELET6): 11,29%;

  • 3R Petroleum (RRRP3): 10,47%;

  • Cielo (CIEL3): 9,32%.

Ofertas públicas (IPOs)

Em abril de 2022, não ocorreram IPOs na bolsa brasileira. Essa situação já estava delineada nos meses anteriores, quando as empresas que tinham IPOs previstos cancelaram as estreias. No entanto, a B3 recebeu algumas ofertas secundárias, conhecidas como follow-on.

Projeções do mercado para a economia

Para entender as perspectivas para os resultados econômicos, vale considerar o Relatório Focus referente a 3 de maio. Esse documento é elaborado pelo Banco Central (Bacen) e traz projeções para os principais indicadores econômicos.

De acordo com o boletim, a expectativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2022 é de 7,89%. Essa foi a 16ª alta consecutiva nos resultados projetados.

Para a Selic, é esperada uma taxa de juros de 13,25% ao ano. No início de abril, a expectativa era de 13% ao ano.

Sobre o Produto Interno Bruto (PIB), a expectativa apresentada para o crescimento do país foi de 0,70. Essa foi a 5ª semana consecutiva de aumento.

Já a previsão para o dólar passou a ser de R$ 5,00, ao final de 2022. Vale saber que, há 4 semanas, a projeção era de R$ 5,20.

O que esperar de maio?

Além de conhecer os destaques de abril, é interessante saber o que esperar em maio. Para isso, você pode conferir o relatório “Economia em Destaque”, da XP Investimentos.

Um dos pontos de atenção é a guerra entre a Rússia e a Ucrânia, que já dura mais de 60 dias. A atenção internacional está voltada ao conflito, em especial devido às ameaças de uma guerra global feitas pelo presidente russo Vladimir Putin.

Também no cenário internacional, há a expectativa sobre a reunião do Banco Central dos Estados Unidos. O encontro poderá resultar em um aumento da taxa de juros dos EUA.

No cenário nacional, depois da reunião do Copom, o foco está nas divulgações de dados econômicos relevantes, como a Pesquisa Industrial Mensal (PIM).

Agora você sabe o que aconteceu no mercado financeiro em abril e o que esperar em maio de 2022. Assim, é possível usar as informações para embasar a sua estratégia de investimento.

Quer ter ajuda profissional para acompanhar o mercado financeiro? Entre em contato conosco da UP4 Invest!

Ver todos os artigos