Logo Up4 Invest Logo XP Investimentos
menu

Atendimento
por telefone

19 3835-0814

15
Jul

07 erros na hora de investir

07 erros na hora de investir

Investir é uma jornada que tem um pé na ousadia e outro no risco. E como é natural, alguns erros fazem parte do caminho. Mas você pode evitar parte deles e trazer mais assertividade para sua carteira com alguns cuidados.

Se você já é um investidor experiente, sabe que errar é parte da aventura. E se ainda vai iniciar sua entrada no mundo dos investimentos, este é um dos primeiros aprendizados que precisa ter em mente: sim, você vai errar algumas vezes.

O grande segredo é entender que nem sempre errar é um problema. Desmistificar o erro como um vilão no processo de investimentos é importante para ganhar experiencia e entender que o bom investidor é aquele que aprende com os erros e que, ao longo de sua vivencia, mais acerta do que erra.

Mas isso não quer dizer que você precisa cometer erros que são possíveis de se evitar. Este, aliás, seria o seu maior erro ao investir. Para te ajudar, separamos no artigo de hoje 7 erros que todo investidor pode evitar.

 

1 – Olhar somente para a rentabilidade

Investir pensando em ter impacto imediato em sua rentabilidade é a receita ideal para causar uma tremenda frustração se você ainda não é um investidor muito experiente. 
Deixar a ansiedade de lado é um ponto importante para lidar os resultados de seus investimentos. Mais do que apenas a rentabilidade, você também deve entender e permanecer atento a outros fatores como a liquidez e o risco. É o conjunto desses indicadores que vai ajudar a compor a valorização do seu investimento. E é aí que você deve focar: na valorização.

Normalmente, investimentos com maior potencial de rentabilidade exigem períodos mais longos de aplicação, ou riscos mais elevados. Se o seu foco é meta de curto prazo, você precisa prestar atenção na liquidez.

 

2 – Desconsiderar os riscos

Investir é um jogo do qual o risco é uma regra nativa. Mesmo que você tenha um perfil moderado ou conservador, o risco ainda existe. A diferença está na proporção do risco que você irá correr de acordo com o seu interesse. E esquecer disso pode ser um erro fatal.

Se a bolsa de valores, por um lado, é uma modalidade mais arriscada que qualquer aplicação de renda fixa, existem opções mais estáveis, como o Tesouro, por exemplo. Mas ainda assim o risco está lá. Sua missão é estar ciente da volatilidade e planejar muito bem seus passos.

 

3 – Não diversificar sua carteira de investimentos

Sabe aquele ditado “nunca deposite seus ovos em apenas uma cesta”? Ele é uma dica de ouro para o bom investidor. Diversificar sua carteira é um caminho importante para aliar segurança e rentabilidade ao seu patrimônio. Ao aplicar seu investimento em diferentes modalidades, você pode construir um planejamento capaz de atender suas metas de curto, médio e longo prazo.

Mas deixar de lado a diversificação pode implicar em riscos elevados e trazer um grande problema para você em caso de volatilidade do mercado.

 

4 – Abrir mão de ações precipitadamente

Ter medo de perder é outra característica natural em investidores mais conservadores ou iniciantes. Por isso, é comum que ao perceber o menor sinal de risco e queda no valor das ações, a primeira reação seja sair de aplicações que gerem sinal de baixa. 

Essa atitude, no entanto, é um erro. Ao abrir mão de ações em momentos de baixa é possível que você perca ainda mais dinheiro. Muitas vezes o melhor caminho é permanecer na trajetória até que os resultados voltem a subir e seja possível recuperar as perdas naturais de qualquer processo de investimento.

E se você tiver diversificado sua carteira, maiores as possibilidades de minimizar esse risco.

 

5 – Não estudar e buscar conhecimento

Investir implica diretamente em acompanhar o mercado. Isso é a base de análise para qualquer investidor entender quais são movimentos favoráveis aos ganhos que pretende conquistar. Imagine que conhecimento será o seu ativo mais importante nesta jornada.

Busque entender como funciona o mundo dos investimentos e suas opções, fique em dia com o noticiário, acompanhe a economia mundial e não confie em qualquer fonte. Mas faça acontecer! Deixar de estudar e buscar conhecimento pode ser um erro com grande prejuízo.

Neste post aqui falamos um pouco mais sobre o que ler e acompanhar.

 

6 – Não ter uma reserva de emergência

Imprevistos podem acontecer e isso faz parte do processo. E investir todo seu patrimônio sem pensar neste risco é um erro bem grande que pode prejudicar o andamento da sua rentabilidade se for necessário mexer em alguma aplicação de longo prazo, por exemplo.

Então é sempre importante se programar para ter uma reserva de emergência e manter em dia a sua saúde financeira. E você ainda pode deixar essa reserva em Tesouro Selic, com uma liquidez bem melhor do que a conta corrente ou poupança.

 

7 – Não contar com um assessor especializado

A internet oferece hoje uma infinidade de informações. Mas acreditar em tudo que você lê também pode ser um erro fatal para os seus investimentos. 

O melhor caminho para tomar decisões estratégicas é contar com o apoio de um assessor de investimentos. Este profissional é especializado no universo financeiro e saberá te orientar da melhor forma para que você possa conduzir o futuro de seu patrimônio de acordo com o seu perfil e objetivos. Além disso, ele pode te auxiliar a entender melhor como funciona cada modalidade e como você deve analisar os investimentos para tomar decisões. 

Ver todos os artigos